Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Junho > Central de relacionamento passa a oferecer informações para dependentes químicos que buscam tratamento

Notícias

Central de relacionamento passa a oferecer informações para dependentes químicos que buscam tratamento

COMUNICAÇÃO

Por meio do telefone 121, os cidadãos vão saber mais sobre serviços e locais de atendimento e apoio aos usuários de drogas
publicado  em 10/06/2019 21h11

Brasília – A partir desta segunda-feira (10), a central de relacionamento do Ministério da Cidadania passa a disponibilizar informações para dependentes químicos e familiares que buscam tratamento. Por meio do telefone 121, o cidadão vai saber mais sobre serviços e locais de atendimento e apoio aos usuários de drogas.

O ouvidor geral do ministério, Eduardo Flores, explica que a iniciativa, desenvolvida em parceria com a Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, auxilia na comunicação entre o governo federal e a população. “As pessoas que têm alguma dúvida ou precisam de auxílio referente ao tratamento do usuário de drogas terão tudo a disposição pelo telefone 121.”

A novidade irá beneficiar milhares de famílias na opinião do secretário nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, Quirino Cordeiro. Segundo ele, o serviço pode ajudar a derrubar barreiras entre os dependentes químicos e o tratamento adequado. “É um grande avanço para que a gente possa informar adequadamente a população. Vamos oferecer cuidados e a oportunidade de tratamento adequado, diminuindo os obstáculos de acesso ao serviço, que muitas vezes dificulta o tratamento”, salienta.

Facilitar o diálogo com o poder público é uma melhoria do canal também para o secretário especial do Desenvolvimento Social, Lelo Coimbra. “O serviço do tridígito é um passo importante para dialogar com a sociedade. Por ele, as pessoas poderão fazer cobranças, buscar informações e tirar dúvidas. Essa iniciativa é muito bem-vinda”, afirma.

Novidades – A partir de agosto, será disponibilizado também o serviço de atendimento aos agricultores que participam do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade Doação Simultânea. Ao digitar o CPF, o produtor rural poderá consultar a data e o valor a receber, assim como informações sobre a nota fiscal da venda. Já para os órgãos que recebem os alimentos por meio do PAA, a Ouvidoria do Ministério da Cidadania vai aplicar uma pesquisa de satisfação acerca da qualidade dos produtos. A coleta dos dados será via SMS ou e-mail.

Outra funcionalidade prevista para a central de relacionamento será a de fornecer dicas sobre manutenção de cisternas para famílias atendidas pelo Programa de Cisternas do governo federal.

O 121 oferece informações sobre serviços de diversas áreas de atuação do ministério, como esporte, cultura e desenvolvimento social. Também registra elogios, sugestões, reclamações e denúncias dos cidadãos sobre as ações do Ministério da Cidadania.

*Por Henrique Jasper

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania